Registro e Marília terão que regredir à fase vermelha do Plano São Paulo
Eduarda Esteves/iG
Registro e Marília terão que regredir à fase vermelha do Plano São Paulo

Duas regiões de São Paulo terão que regredir de fase no Plano São Paulo , que determina medidas de reabertura econômica no estado. São elas as regiões de Marília e Registro , que apresentaram aumento preocupante no índice de internações e terão que voltar a adotar medidas mais rígidas de isolamento social.

"Os indicadores que levaram esses municípios de volta à fase vermelha são sobre a variação de internações, com um crescimento de 51% na região de Marília e 67% na região do Vale do Ribeira, no município de Registro", informou o Secretário de Desenvolvimento Regional, Marco vinholi.

A região de Marília tinha, no último dia 12, uma variação de internações de 29%, chegando hoje a 51%.

"Nós agimos durante esse período, o estado aumentou a capacidade hospitalar das duas regiões. Já tivemos 41 respiradores distribuídos que serão somados aos 29 que serão distribuídos neste final de semana a Marília e Assis. Portanto, vamos ter aumentado 55% da capacidade hospitalar da região de Marília", continuou Vinholi.

No Vale do Ribeira, o secretário informou que foram adicionados 10 respiradores ao hospital de Registro e mais 10 leitos no hospital regional do Vale do Ribeira - um aumento de 100% na capacidade hospitalar da região.

Com a nova atualização do Plano São Paulo, cinco regiões do estado estão agora na fase vermelha,com abertura apenas dos serviços essenciais. São elas: Barretos, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Marília e Registro. As demais regiões seguem na fase laranja, em que há permissão para o funcionamento de comércio de rua, shoppings e outros serviços não essenciais.


    Veja Também

      Mostrar mais