queiroz
Reprodução/Globonews
Queiroz deixou IML em carro que o levaria ao presídio de Benfica na zona norte do Rio para uma audiência de custódia

Fabrício Queiroz, ex-assessor parlamentar do atual senador Flávio Bolsonaro, vai ficar no presídio em Bangu. Por questões de segurança e por conta da pandemia do novo coronavírus, o ex-assessor também cumprirá um período de isolamento social durante 14 dias no presídio.

O ex-assessor e ex-motorista do senador Flávio,  preso em Atibaia, interior de São Paulo, na manhã desta quinta-feira (18), chegou, por volta das 15h25, ao Presídio Pedrolino Werling de Oliveira, no Complexo de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste do Rio.

Prisão

Fabrício Queiroz estava em um imóvel de propriedade de Frederick Wasseff, advogado de Flávio, e foi preso por causa de mandados de busca e apreensão emitidos pela Justiça do Rio de Janeiro em mais uma investigação sobre as rachadinhas da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). A prisão foi feita em parceria com o Ministério Público de São Paulo e Polícia Civil do estado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários