jair bolsonaro
Agência Brasil
Presidente Jair Bolsonaro se incomoda com questionamento de mulher

Uma mulher, que era apoiadora do  presidente Jair Bolsonaro, questionou o presidente, nesta quarta-feira (10), sobre o número de mortes por Covid-19.

Leia também 


"Nós temos hoje 38.406, exatamente, mortos por causa da Covid. Eu trouxe um cartazinho só com o número para o senhor ver. Porque não são 38 mil de estatística, são 38 mil famílias que estão morrendo nesse momento, são 38 mil pessoas que estão chorando", disse a mulher.

Ela disse que acreditava no presidente e que ele traiu a nação. "Eu votei no senhor, fiz campanha para o senhor, acho até que o senhor me conhece, viu meus vídeos, tenho um canal no Youtube. Cris Bernart, meu nome. Vim aqui com todo meu coração. E sinto que o senhor traiu a nossa população. O senhor falou que não ia fazer conchavo, está entregando cargos para o Centrão, afirmou a ex-apoiadora.

Após ouvir a mulher, Bolsonaro virou as costas e saiu para falar com as outras pessoas que estavam no cercadinho. A mulher, no entanto, continou falando. O presidente então falou: "Se quiser falar, sai daqui, que você já foi ouvida. Cobre o seu governador. Sai daqui, tá?", disse.

A mulher que estava no meio dos apoiadores do presidente se chama Cris Bernart. Ela trabalha no gabinete do vereador de São Paulo Fernando Holiday, que faz parte do MBL (Movimento Brasil Livre).

O vídeo com a fala de Bernart foi publicado pela própria página do MBL no Twitter. O vereador Fernando Holiday também publicou em seu Twitter um comunicado afirmando que a assessora não recebeu dinheiro para ir até Brasília para enfrentar o presidente.

Na sequência, você confere o vídeo da mulher, bem como a publicação de Fernando Holiday.







    Veja Também

      Mostrar mais