menino de camisa preta sorrindo e segurando um boneco verde
Redes sociais / Reprodução
Fotos de Enzo no próprio aniversário, pouco antes de ser assassinado, viralizaram nas redes sociais

O pequeno Enzo comemorava com a família e amigos seus 4 anos neste domingo (7), em Magé, na Baixada Fluminense, quando foi morto com um tiro no peito, disparado por um homem identificado como Pedro Pevidor, que já está preso e teve seu revólver apreendido por policiais militares do 34º BPM.

O autor publicava fotos nos stories vestido como militar nos destaques de seu perfil no Instagram, em que ressaltava seu orgulho no serviço. Na última publicação dele no feed da rede social, em que aparece usando um casaco em frente a um espelho, foram deixados diversos comentários de repúdio e pedidos de justiça.

Leia também: 

Segundo Polícia Militar, a criança chegou a ser socorrida para o Centro de Pediatria de Piabetá, mas não resistiu aos ferimentos. Procurada, a Polícia Civil ainda não enviou uma resposta sobre o caso.

Pai impediu fuga de autor do disparo; mãe socorreu menino à emergência

O tema da festa de aniversário era o herói Hulk, e Enzo chegou a ser fotografado sorrindo para a câmera em meio aos enfeites, segurando um boneco do personagem. Essas imagens circulam nas redes, em publicações de luto. Áudios gravados pelo pai de Enzo, Douglas Brasil, também são compartilhados, gerando comoção. Douglas é um conhecido animador de festas infantis em Magé e muitos de seus conhecidos lamentaram que fizeram chorar o "homem mais sorridente da cidade". Segundo ele, o menino estava muito animado para a festa e ficou perguntando sobre o aniversário com um mês de antecedência.

"A minha esposa botou o meu filho no carro e levou para o hospital. Eu fiquei aqui perguntando para o rapaz: 'O que você fez, cara? O que você fez com meu filho? Fala comigo'", diz Douglas Brasil, em um dos áudios. "Eu vi que ele sentou no carro, jogou a arma e ligou o carro para tentar fugir. Aí eu falei: 'Ah não, vem cá'. Eu fui lá e tirei a chave. Ele veio pegar a chave comigo do carro e, nisso, eu peguei a arma dele. A arma estava comigo, e as pessoas ficavam falando: 'Mata ele! Mata ele!'. Eu não fiz isso. Não é da minha pessoa, não é da minha índole".

A versão dos fatos contada pelas pessoas próximas à família da vítima é que o autor do tiro não havia sido convidado para a festa, mas era conhecido dos parentes da criança. Outro ponto discutido foi o momento do disparo que, de acordo com os relatos, teria ocorrido após Pedro Pevidor dar um abraço em Enzo. Alguns chegaram a dizer que o homem estava desequilibrado e não teria atirado intencionalmente. Embora a princípio tenha tentado fugir, ele foi contido e ficou no local até a chegada da PM, que o levou preso.

Comoção nas redes sociais

Tão logo o caso foi divulgado, moradores do bairro de Piabetá começaram a lamentar o ocorrido em seus perfis. A notícia se espalhou, emocionando demais internautas.

Entre as hashtags usadas, como #DescanseEmPazEnzo e #LutoEnzo, chama atenção a #VidasNegrasImportam, que ganhou destaque recentemente em decorrência da recorrente violência contra a população negra, seja nos EUA, no Brasil, ou em qualquer outra parte do mundo. O ponto de partida para protestos contra o racismo realizados em diversos países foi a recente morte do americano George Floyd, em Minneapolis, causada por um policial branco.

Em nota, a Polícia Militar informou que equipes do 34º BPM (Magé) foram à Rua Geraldo Anacleto, em Piabetá, na noite deste domingo, dia 7, após feito o acionamento.

"No local, os policiais foram informados que uma criança teria sido atingida por disparo de arma de fogo, sendo socorrida ao Centro de Pediatria de Piabetá. Um homem foi preso e um revólver foi apreendido. Ocorrência encaminhada para a 60ª DP (Campos Elíseos)", disse a corporação.

A Secretaria de Estado de Vitimados (SEVIT) também emitiu um comunicado, afirmando ter oferecido "auxílio social e psicológico para a família do menino Enzo". "A SEVIT segue acompanhando o caso e está à disposição dos parentes da criança", acrescentou.

    Veja Também

      Mostrar mais