homem
Reprodução/FoxNews
Crime ocorreu em um hospital na Florida

Um homem inconformado com as medidas de segurança que o impedem de visitar a esposa, paciente de Covid-19 , no hospital, é acusado de apontar uma arma de fogo para uma enfermeira e seguranças de um centro de saúde na Florida .

Leia mais: 
Saiba onde fazer o teste da Covid-19 em São Paulo
Depen prevê rebeliões por Covid-19 e deve gastar R$ 20 milhões em armamento


De acordo com o Pensacola News Journal, Eric Reitz, de 57 anos, foi detido pela polícia local. Segundo relato de um dos guardas de segurança do hospital, o homem foi convidado a se retirar duas vezes antes de voltar armado com um rifle.

A tensão durou alguns minutos até Reitz retroceder a arma por ouvir sirenes da polícia. De acordo com policiais, o homem possuía munição , mas a arma não estava carregada.

    Veja Também

      Mostrar mais