Cidades aguardam entrega dos respiradores para possibilitar abertura de novos leitos de UTI
Reprodução Twitter
Cidades aguardam entrega dos respiradores para possibilitar abertura de novos leitos de UTI

Sete cidades da Região Metropolitana de São Paulo aguardam respiradores solicitados solicitados ao governo do estado para que seja possível aumentar o número de leitos de Unidades de Tratamento Intensivo (UTI) para tratamento da Covid-19. São elas: Santo André, Guarulhos, Mogi das Cruzes, Suzano, São Bernardo, Barueri e a capital paulista.

Leia mais: PF faz operação para investigar compras de máscaras no Tocantins

A maioria das solicitações ainda não foi atendida. O município de Santo André aguarda desde abril e não recebeu ainda nenhum aparelho. Guarulhos, que já atingiu a capacidade máxima dos leitos de UTI, espera por 98 respiradores há quase dois meses.

Apenas Osasco recebeu todos os pedidos solicitados ao governo federal: 20 respiradores. O município é o segundo com mais mortes no estado, registrando o total de 327 óbitos até o último boletim divulgado na terça-feira (2).

Veja também: Após três meses, Itália reabre fronteiras para países da União Europeia

Cidades que esperam por respiradores

  • Santo André: espera por 200 respiradores desde abril;
  • Guarulhos: espera por 98 respiradores desde abril;
  • Mogi das Cruzes: espera por 59 respiradores; pois recebeu 10 na manhã desta quarta;
  • Suzano: espera por 32 respiradores desde março;
  • São Bernardo do Campo: espera por 78 respiradores, dos 88 que pediu;
  • Barueri: espera por 36 respiradores, dos 46 que pediu;
  • São Paulo: espera por 620 respiradores, dos mil que pediu.

    Veja Também

      Mostrar mais