presidente jair bolsonaro usa máscara de tecido
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Maior número de contaminações pela Covid-19 foi em viagem aos Estados Unidos


Do início do mês de março até 20 de maio, 35 servidores no Palácio do Planalto tiveram a Covid-19 , doença transmitida pelo novo coronavírus, sendo que sete deles trabalham próximo ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

A informação foi divulgada pelo jornal O Estado de São Paulo, que conseguiu os dados via Lei de Acesso à Informação (LAI).

Após o diagnóstico, os funcionários infectados passaram 14 dias em isolamento social e afastados das funções de trabalho. Segundo levantamento, 76 testes foram feitos pela Coordenadoria de Saúde da Presidência (Cosau) até 20 de maio. Seis deles deram positivo. Os outros 29 funcionários foram diagnosticados em outros laboratórios.

O chefe da Secretaria Especial de Comunicação (Secom), Fabio Wajngarten , foi o primeiro registro de infecção no Planalto. Ele esteve em contato direto com o presidente em uma viagem nos Estados Unidos. Bolsonaro , na ocasião, foi testado três vezes .

Depois dessa mesma viagem, Augusto Heleno, ministro-chefe do GSI; Carlos França, chefe do cerimonial; Filipe Martins, assessor especial de Relações Exteriores; coronel Gustavo Suarez, que na época era diretor do Departamento de Segurança Presidencial; e o major Mauro César Barbosa Cid, ajudante de ordens, também tiveram a Covid-19 .

No entanto, esses são alguns dos 23 funcionários presentes na viagem aos EUA que foram infectadas pelo novo coronavírus . Além de ocupantes de cargos do Governo, parlamentares e empresários também tiveram a doença.

O mais recente a ter a doença é o porta-voz Otávio Rêgo Barros, que teve diagnóstico confirmado no último dia 5 . Ele deve retomar às atividades presenciais amanhã, 3.

Trabalham no Palácio do Planalto 3.395 servidores, distribuídos entre a Casa Civil, Secretaria de Governo, Secretaria-Geral da Presidência e Gabinete de Segurança Institucional.

Ao Estadão, fontes afirmaram que, caso um servidor teste positivo, todo departamento é encaminhado para a realização de testes para Covid-19 . Funcionários que pertencem ao grupo de risco ou que têm mais de 60 anos estão trabalhando em regime home-office.

    Veja Também

      Mostrar mais