Flexibilização ocorrerá a partir do dia 1º
Veja SP/ Divulgação
Flexibilização ocorrerá a partir do dia 1º

Em coletiva on-line realizada nesta quinta-feira (28), o prefeito da capital paulista, Bruno Covas, afirmou que, com a abertura gradual da atividade econômica , os estabelecimentos que desejam reabrir precisam apresentar protocolos à prefeitura de São Paulo.

"A partir do dia 1º nós passaremos a receber propostas de protocolo que serão encaminhadas à vigilância sanitaria . Até lá, fiscalizamos o que é proibido", afirmou.

Veja também: Ex-braço direito de Mandetta fará parte do comitê de Saúde em SP

A prefeitura observará pré-requisitos  para que essas atividades possam ser reabertas em São Paulo. Entre eles estão a apresentação de protocolos de saúde, higiene, testagem, regras de autorregulação, regras de fiscalização, politica de comunicação dessas regras e proteção aos consumidores e funcionarios, explicou Covas. Segundo ele, a prefeitura fez a sua parte e, agora, "é a vez dos empresários".

Os setores que terão permissão para retornarem ao funcionamento são as atividades imobiliárias, concessionárias, escritórios, comércios e shoppings centers. 

Em coletiva realizada ontem para apresentar o plano de "retomada consciente", o prefeito Bruno Covas já havia dito que, para monitorar o funcionamento dos estabelecimentos de acordo com as regras pré determinadas , o próprio setor comercial vai auxiliar a prefeitura.

"Esse é um dos segredos de fazer os protocolos com as entidades representativas do setor, para que eles também possam ajudar com autotutela. Para que as associações também possam fiscalizar, credenciar e orientar os seus associados. A participação dessas associações também vai ajudar a prefeitura a fiscalizar . Os maiores interessados em mantermos esse índice em São Paulo, são os comerciantes."

    Veja Também

      Mostrar mais