João Gabbardo
José Dias/PR
Ex-Secretário do Ministério da Saúde, João Gabbardo

O médico João Gabbardo dos Reis será secretário-executivo do Centro de Contingência do combate ao Covid-19 no estado de São Paulo. Exonerado do cargo no Ministério da Saúde, Gabbardo era considerado o "número dois" do ex-ministro Luiz Henrique Mandetta.

Leia mais: Com 150 enfermeiros mortos por Covid-19, Brasil pode ter colapso na saúde

O anúncio oficial sobre a integração do novo secretário foi feito nesta quarta-feira (27) pelo governador de João Doria em coletiva de imprensa. De acordo com ele, o médico ajudou a decidir a flexibilização do isolamento social no estado, que começará no dia 1 de junho e deve seguir cinco etapas para um retorno gradual. 

"Sendo ex-secretário executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo pode agora oferecer a sua contribuição ao comitê de São Paulo", disse Doria. Antes da saída do ministro Luiz Henrique Mandetta, Gabbardo chegou a ser considerado para o cargo de ministro da Saúde.

Ao agradecer o convite ao cargo, Gabbardo aproveitou para elogiar as medidas de distanciamento social. "Às pessoas que dizem que as medidas que foram tomadas pelos governadores e prefeitos não surtiram efeito no achatamento da curva, é importante destacar: isso não é verdade. Isso tem que ser contestado com muita veemência", afirmou o novo secretário-executivo em coletiva de imprensa. "Na verdade, apesar de todas as medidas, esse foi o número de óbitos que ocorreram e ele é muito menor do que o que aconteceria sem as medidas", destacou. 


    Veja Também

      Mostrar mais