Milhares de fiéis se reúnem no templo de Aparecida, em Aparecida do Norte
Futura Press
Milhares de fiéis se reúnem no templo de Aparecida, em Aparecida do Norte

Uma constestação apresentada à 2ª Vara Cível da cidade de Aparecida pede que seja liberada a realização de missas no Santuário Nacional de Nossa Senhora de Aparecida , o maior templo católico do país, localizado no interior de São Paulo.

Como parte das medidas de distanciamento social, o templo - assim como outras manifestações religiosas que implicam em aglomerações - foi proibido de realizar eventos em março deste ano. A igreja argumenta, porém, que "há questionamentos técnicos " sobre a eficácia do isolamento.

Leia mais: Covid-19 afeta gravemente direito das crianças no mundo; entenda

o documento - que ainda não foi julgado - ainda menciona a orientação do presidente Jair Bolsonaro, que frequentemente defende a  inserção dos templos religiosos no rol de serviços essenciais que devem funcionar durante a pandemia. Apesar do posicionamento de Bolsonaro, o governador de São Paulo, João Doria, mantém uma postura diferente do Governo Federal.

Segue em vigor a liminar do Tribunal de Justiça que proíbe a abertura da igreja. O Santuário Nacional de Nossa Senhora de Aparecida recebe, anualmente, mais de 12 milhões de visitantes.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários