Eduardo Pazuello prevê agravamento da Covid-19 nas cidades interioranas
Valter Campanato/Agência Brasil
Eduardo Pazuello prevê agravamento da Covid-19 nas cidades interioranas

O general Eduardo Pazuello, atual ministro interino da saúde, afirmou nesta segunda-feira (25) que a pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2) ainda não vai impactar de forma mais acentuada as cidades situadas fora dos grandes centros.

Segundo Pazuello, a pandemia tem três etapas: preparação, impacto nas regiões metropolitanas e capitais, e impacto no interior; e o Brasil passa pela segunda etapa. Ele diz que haverá um “espraiamento” dos casos para cidades do interior.

Veja também: Pandemia em São Paulo deve durar até outubro, diz comitê da Covid-19 

“Nós temos o impacto das capitais e regiões metropolitanas. Esse impacto ele vai passar e nós vamos ter o espraiamento disso de alguma forma para o interior, e vamos ter que ter as estruturas que foram preparadas na capital e regiões metropolitanas para receber esse pessoal do interior que não tem as estruturas lá”, disse.

De acordo com dados das secretarias estaduais e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a covid-19 já está se irradiando das metrópoles para cidades menores. Uma pesquisa da Fiocruz, que utilizou dados do IBGE, mostra que 44% das cidades do país de 20 a 50 mil habitantes já tinham casos de Covid-19 no começo de maio.

Leia mais: 14 milhões de brasileiros gastam ao menos duas horas até uma UTI para tratamento

O Brasil já tem mais de 22 mil mortes por covid-19 e mais de 350 mil casos confirmados da doença, segundo dados do Ministério da Saúde.

    Veja Também

      Mostrar mais