Rodízio de veículos busca incentivar distanciamento social em São Paulo
Reprodução/ CET
Rodízio de veículos busca incentivar distanciamento social em São Paulo

Em coletiva de imprensa transmitida nesta sexta-feira (15), o governador de São Paulo, João Doria , afirmou que "existem avaliações diárias" sobre o rodízio ampliado de veículos implantado na capital paulista. A questão foi abordada pelo governador devido a ausência do prefeito Bruno Covas, que segue em afastamento temporário por motivos de saúde.

"Quero esclarecer que a decisão é do prefeito de São Paulo, que tem uma boa equipe de planejamento e engenheiros na área de transportes. Existem avaliações diárias sobre o mega rodízio . Hoje deve ser feita uma avaliação ampla para tomar a decisão de manutenção ou não do mega-rodízio", disse Doria, que afirmou que os dados de toda a semana devem ser considerados no estudo.

Leia mais: Mortes por Covid-19 em São Paulo chegam a 4,5 mil

Polêmico, o mega-rodízio desagradou parte da população, que julga ineficazes as restrições sobre transporte particular. Um dos argumentos foi o registro de aumento no fluxo de pessoas no transporte público da cidade, causando ainda mais aglomerações e menos isolamento social.

Em entrevista ao SPTV na terça-feira (12), o prefeito Bruno Covas (PSDB) afirmou que o atual modelo de rodízio irá se extender até que a cidade atinja uma taxa de isolamento social que esteja entre 55% e 60%, índice similar ao do começo da pandemia , em março. A taxa, porém, não apresentou aumento durante a semana e segue entre 46% e 48%, abaixo do mínimo necessário.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários