PM
Reprodução
PM São Paulo


Um soldado da Polícia Miliar foi preso no Guarujá, no litoral de São Paulo, após atirar e matar a ex-namorada e balear o atual companheira dela, na noite desta segunda-feira. Edgar de Oliveira Fonseca, de 33 anos, foi preso em flagrante e autuado pelos crimes de homicídio qualificado e tentativa de homicídio. Ele teria sido motivado por ciúmes. As informações são do G1 Santos.


Segundo o site, os policiais foram acionados por volta das 23h33 e, ao chegarem próximo ao local dos disparos, no quintal de uma casa, encontraram um homem baleado, de 24 anos. Ele foi encaminhado ao Pronto Socorro. Dentro da casa, a vítima, Débora Raquel Silva, de 28 anos, foi encontrada baleada. Ela não resistiu e morreu no local.

Leia também: Homem se fantasia com a filha para tirar o lixo de casa durante pandemia

Em seguida, os policiais foram até a casa do ex-namorado da vítima, onde o autor dos disparos foi preso em flagrante e, a sua arma, apreendida. Após ser encaminhado para a delegacia, Edgar de Oliveira negou o crime, mas foi reconhecido pelo sobrevivente. Ele era lotado no 6º BPM/I e foi encaminhado ao Presídio Militar Romão Gomes, na Capital.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários