Agência Brasil

pessoas com bandeira diante de prédio
Reprodução/redes sociais
Protesto no dia 2 de maio em frente ao prédio de Alexandre de Moraes

O juiz da 22ª Vara Criminal da Barra Funda, em São Paulo, recebeu nesta terça-feira (12) a denúncia contra dois manifestantes acusados de ameaçar, injuriar e difamar o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes.

No começo do mês, os acusados participaram de protesto em frente ao prédio onde mora o ministro, em São Paulo, após o magistrado suspender a nomeação do escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro para o cargo de novo diretor da Polícia Federal, Alexandre Ramagem.

Leia também: PGR pede investigação contra manifestante que atacou enfermeiros durante ato

O juiz Márcio Lucio Falavigna Sauandag considerou presentes indícios de autoria e materialidade delitivas e tornou ambos réus no processo. Pelos crimes descritos na denúncia e pelas possíveis penas, o caso vai tramitar em vara comum.

    Veja Também

      Mostrar mais