Violência doméstica
Creative Commons
Violência doméstica


A Secretaria de Estado da Saúde do Rio de Janeiro lançou nesta terça-feira (12) um protocolo especializado no atendimento de pessoas vítimas de violência doméstica no período da quarentena. Os profissionais de saúde do estado serão orientados sobre como auxiliar essas pessoas. 

Leia também: Comunidades do Rio descumprem decreto de Crivella e abrem comércio

O número de cass de violência doméstica cresceu aproximadamente 50%, segundo os dados do TJRJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro). O " Protocolo de Atendimento às Pessoas em Situação de Violência" apresenta aos profissionais da saúde os sinais de que uma pessoa é violentada, além de apresentar os tipos de medicações adequados para o tratamento dessas pessoas e as leias específicas para este tipo de agressão.

A iniciativa surgiu pensando no impacto direto que há no atendimento em unidades de saúde, já que são geralmente o primeiro contato da vítima com um profissionail. É possível denunciar violência doméstica de forma anônima pelo Disque 180 por telefone ou virtualmente.

    Veja Também

      Mostrar mais