Bolsonaro
Reprodução/Globo
Bolsonaro


O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmo no último domingo (10) que deve ampliar a lista de serviços considerados essenciais. Bolsonaro é crítico das restrições do trabalho e acredita que as atividades da economia devem seguir normalmente a despeito do isolamento social. 

Leia também: Bolsonaro volta a usar máscara em encontro com apoiadores no Alvorado

"Amanhã (hoje) devo botar mais algumas profissões como essenciais. Vou abrir, já que eles não querem abrir, a gente vai abrindo aí ", afirmou Bolsonaro a apoiadores, em frente ao Palácio da Alvorada.

Bolsonaro já vm ampliando o rol de serviços essenciais, na última quinta-feira (7) o presidente incluiu a construção civil e as atividades industriais na lista. O governo já tinha classificado como essenciais diversas atividades, como indústrias químicas e petroquímicas de matérias primas ou produtos de saúde, higiene, alimentos e bebidas e produção, transporte, entre outras.

    Veja Também

      Mostrar mais