Alguns estados já estão próximos do colapso do sistema de saúde
Foto: Agência Brasil
Alguns estados já estão próximos do colapso do sistema de saúde

Os leitos clínicos de Salvador destinados ao atendimento de pacientes infectados pelo Covid-19 podem colapsar em dez dias. A estimativa foi feita pelo prefeito da cidade, ACM Neto, em coletiva de imprensa transmitida pelas redes sociais nesta segunda-feira (4). 

A projeção da prefeitura é de que no dia 14 de maio haverá um déficit de 25 leitos clínicos para receber pacientes com a Covid-19.

São Paulo torna obrigatório o uso de máscara para circulação nas ruas

Ainda durante a coletiva, o prefeito afirmou que a capital baiana dispõe de 933 leitos, sendo 444 clínicos com ocupação de 34%; e 428 de UTI, com ocupação de 27%.

"A taxa de internação nos leitos clínicos é de 15% dos casos confirmados. O tempo médio de permanência foi de sete dias. Então, mantendo essa taxa de internação e tempo de permanência, teremos uma saturação no dia 14, daqui dez dias. Estamos correndo. Conseguimos no Prohope novos leitos clínicos. Tudo está sendo feito. Hoje tenho uma nova reunião com o governador e com o secretário de Saúde do estado. Estamos fazendo todo o possível para ofertar novos leitos. Não posso deixar de mostrar o risco que corremos de uma saturação", disse.

Covid-19: Estudo liga comportamento de Bolsonaro a 10% das mortes no Brasil

Já em relação aos leitos de Unidade de Terapia Intensiva, a previsão de saturação é para o dia 20 de maio.

"Nos leitos de UTI, a previsão é para o dia 20 de maio, faltariam seis leitos caso a taxa continue sendo essa. A gente tem como parâmetro que 5% dos pacientes necessitam de terapia intensiva. E permanecem 14 dias ocupando um leito. Isso nos levaria a um colapso no dia 20 de maio", afirmou Neto.

"Estamos no dia 4 de maio, sete novos óbitos por dia, a média é de 6 a 8. No dia 20 de maio, a perspectiva é que tenhamos de 22 a 26 novos óbitos por dia, só de Covid-19. Se o gráfico for até junho, teremos quase 900 óbitos acumulados, 74 óbitos por dia em 5 de junho. Não estamos trabalhando ainda com essa projeção. Estamos trabalhando com a projeção até 20 de maio. 279 a 329 óbitos em 20 de maio", contextualizou o prefeito.

ACM Neto também ressaltou a necessidade da preservação das medidas de isolamento social, das restrições de atividades e da conscientização da população de que é preciso ficar em casa, e anunciou que as restrições nas atividades da cidade serão mantidas até o dia 18 de maio.

De acordo com o último balanço divulgado pelo Ministério da Saúde, a Bahia tem 3495 casos de Covid-19 e 123 mortes causadas pela doença.


    Veja Também

      Mostrar mais