Covid-19
Reprodução
Pesquisadores de Londres e Singapura revelam resultados de simulação

Isolar portadores do novo coronavírus (Sars-CoV-2) é um procedimento importante no combate à Covid-19 , mas segundo uma pesquisa publicada na revista científica Lancet, é melhor que os pacientes sejam encaminhados para um centro de quarentena, e não para suas residências.

LEIA MAIS: Paraguai controla Covid-19 e inicia reabertura do comércio

Especialistas de Singapura e Londres traçaram uma simulação, utilizando 4 milhões de pessoas como base. Os resultados sugerem que o isolamento residencial dos contaminados reduz o contato em 50% com moradores da mesma casa e 75% com a comunidade. Enquanto isso, nos centros de quarentena, é possível reduzir o contato com a comunidade em até 90%, segundo a Lancet.

Segundo Borame Dickens, especialista em saúde pública da Universidade de Singapura, os resultados mostram a necessidade de criar instituições para o isolamento de pacientes contaminados pela Covid-19 

Os autores do estudo afirmam que os abrigos para contaminados pela Covid-19 de Wuhan (China) foram fundamentais para reduzir a taxa de contágio da doença. Conhecidos como Fangcang, os abrigos eram armados em estádios, hotéis e centros de convenções. Todos os pacientes com sintomas leves da doença deveriam fazer a quarentena afastados das pessoas saudáveis.

    Veja Também

      Mostrar mais