Teste para Covid-19
Agência Brasil
Teste para Covid-19

A Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo atualizou para 2.247 o número de mortes por Covid-19, 198 a mais em apenas 24h. Já os casos confirmados no estado subiram para 26.158. Ontem, terça-feira, o número de óbitos apresentou um crescimento recorde de 12% em apenas 24 oras.

Com o avanço da Covid-19 para o interior, litoral e Grande São Paulo, já são 808 vítimas fatais fora da capital. Já houve um ou mais óbitos em 144 municípios, no total.

Mais de 600 novas internações ocorreram desde ontem, totalizando 8,6 mil pessoas em atendimento nos hospitais de SP. Hoje, há 3.445 pacientes em UTI e 5.175 em enfermaria.

Consequentemente, cresceram as taxas de ocupação dos leitos de UTI para atendimento ao novo coronavírus, chegando a 68,7% no estado e 85,1% na Grande São Paulo.

Segundo o secretário estadual da Saúde, José Henrique Germann, a taxa de isolamento social no estado de São Paulo chegou, no início desta semana, a apenas 48%.

Você viu?

Ainda de acordo com ele, o isolamento tem diminuído nos últimos dias, o que ajuda a aumentar o número de casos e de óbitos e de ocupação de leitos hospitalares.

Leia mais: Contêiner para presos com suspeita de Covid-19 está vetado, diz conselho

“Não há dúvida de que o contato social, o isolamento social, o distanciamento social menor [abaixo de 50%, valor considerado satisfatório pelo governo], são casos a mais e, casos a mais significam óbitos a mais. Estamos trabalhando em alerta amarelo. A taxa de ontem foi de 48%. Mais uma vez descemos abaixo de 50%. Isso é muito perigoso e temos que reverter esse quadro”, disse o secretário. A taxa considerada ideal é acima de 70%.

Perfil da mortalidade


Entre as vítimas fatais, estão 1.309 homens e 938 mulheres. Os óbitos continuam concentrados em pacientes com 60 anos ou mais, totalizando 73,9% das mortes.

Os principais fatores de risco associados à mortalidade são cardiopatia (59,9% dos óbitos), diabetes mellitus (43,8%), doença renal (11,9%), pneumopatia (11,6%), e doença neurológica (11,3%).

Outros fatores identificados são imunodepressão, obesidade, asma e doenças hematológica e hepática. Esses fatores de risco foram identificados em 1.835 pessoas que faleceram por Covid-19 (81,7%) do total.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários