tiroteio
Reprodução
Homem se recusou a usar máscara, roubou a arma de segurança do supermercado e matou a mulher


Uma mulher,  segurança de um supermercardo, morreu após um tiroteio motivado por um homem que se recusava a usar máscara e higienizar o carrinho, conforme estabelece lei municipal de Araucária, na região metropoliatana de Curitiba, no Paraná, onde aconteceu o crime.

Leia também: Covid-19 avança na periferia de São Paulo; zona leste é a região com mais casos

A segurança do supermercado ofereceu uma máscara para que o homem utilizasse nas dependências da loja, mas ele se recusou, e segundo relatos, agrediu a mulher e tentou tomar a arma durante o conflito.

A briga terminou com dois disparos , um deles acertou o pescoço da segurança que veio a óbito imediatamente, o segundo atingiu a região do abdômen do homem que iniciou a briga. O homem foi conduzido ao Hospital do Trabalhado.


    Veja Também

      Mostrar mais