Redução do isolamento deve começar a partir de 10 de março no estado de São Paulo
Urilux/CreativeCommons
Redução do isolamento deve começar a partir de 10 de março no estado de São Paulo

A taxa de isolamento social no estado de São Paulo caiu para 48% nesta quarta-feira (22), segundo informações do Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI-SP). No dia anterior, o percentual era de 57%.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse em entrevista coletiva nesta quinta-feira (23) que pode suspender a flexibilização da quarentena nas cidades do estado que tiverem taxas de isolamento inferiores a 50%. A previsão é que comece a haver flexibilização em alguns municípios a partir de 10 de maio.

Em declaração anteriores, o médico David Uip, coordenador do centro de contingência da Covid-19 no estado, chegou a dizer que a taxa ideal para conter a pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2) é de 70%.

Leia também: Covid-19 faz idosos morrerem 13 anos mais cedo, diz pesquisa

Nesta quinta-feira (23), o diretor do Hospital Emílio Ribas, Luís Carlos Pereira, falou em três principais cenários: o ideal, de 70%, o possível, de 60% e um terceiro, de 50% ou mais.

"Essa adesão ao distanciamento social vai definitivamente definir a intensidade desse afastamento ou definir o quanto nós vamos poder relaxar. Então o recado final que eu poderia passar é: quanto mais fiéis formos ao distanciamento social, mais breve nós conseguiremos reativar todas as atividades que nós queremos", afirmou Doria.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários