Falta de leito de UTIs na região metropolitana de Belém preocupa governador
governo de São Paulo/reprodução
Falta de leito de UTIs na região metropolitana de Belém preocupa governador


O governador do estado do Pará, Helder Barbalho (MDB), afirmou que a região metropolitana de Belém está chegando ao nível de ocupação total das Unidades de Tratamento Intensivo ( UTIs ). Segundo ele, o sistema de saúde da região está próximo de entrar em estado de alerta.

Até ontem, a Secretaria Estadual de Saúde do Pará (Sespa) divulgou que tem 1.195 casos confirmados de Covid-19 , além de 450 são pacientes recuperados e 43 são óbitos. Ainda existem 1.676 casos sendo investigados.

Leia também: Bolsonaro afirma que Covid-19 está indo embora em live com líderes religiosos

“O percentual de UTIs ocupadas chega a 90% em todo estado. Mas, quando faço o recorte para a região metropolitana, estamos próximos de 100% de ocupação", afirmou Barbalho. Ele informou que a falta de leitos de UTI é o que está causando o problema. As Unidades Básicas de Saúde (UBS) não estão dando conta da demanda de pacientes que chegam no início da infecção.

Você viu?

Medidas preventivas

O estado está com suspensão de serviços desde o dia 16 de março, entre eles funcionamento de shoppings, aulas presenciais e transporte interestadual. Barbalho diz que há restrição de aglomerações em ambientes comuns e o atendimento em comércios está acontecendo de maneira fracionada.

Leia também: Pará chama médicos cubanos para atuar no combate à Covid-19

Medidas foram adotadas para conseguir dar conta da demanda crescente no sistema de saúde. O governador diz que 400 novos leitos devem chegar em breve, o que pode facilitar a situação.

Contra o isolamento

Ao menos 81 ações estão sendo movidas pela Justiça pedindo pelo fim das medidas de distanciamento social e físico. No entanto, os magistrados têm adotado de maneira colaborativa as orientações de prevenção, afirma Barbalho.

Ele ainda afirmou nesta quinta-feira, 23, que o governo segue a lógica de preservação à vida.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários