De 24 de março - data em que começou a valer o fechamento do comércio - a 13 de abril, 16 mulheres foram assassinadas dentro de casa. No mesmo período de 2019, foram nove. As informações são da Folha .

Leia também: Covid-19: Cadáveres são empilhados em hospital nos Estados Unidos

violência contra a mulher cresce arrow-options
shutterstock
violência contra a mulher cresce

O dado mostra que durante a quarentena - para conter o avanço do novo coronavírus (Sars-coV-2) - o número de mulheres assassinadas em casa quase dobrou no estado de São Paulo.  

Leia também: Covid-19 e mensalidades escolares: tire suas dúvidas

No acumulado do ano até agora foram 55 mulheres assassinadas em casa até 13 de abril deste ano, contra 48 no ano passado, um aumento de 15%.

Leia também: Casos confirmados da Covid-19 chegam a 2 milhões no mundo; mortos são 130 mil

Além disso, boletins apontam que oito  mulheres foram mortas por seus parceiros no período da quarentena , contra três no ano passado.

    Veja Também

      Mostrar mais