Antônio Silva revogou decreto permitiria a abertura do comércio em Varginha. Um dia depois, renunciou ao cargo.
Reprodução/Prefeitura de Varginha
Antônio Silva revogou decreto permitiria a abertura do comércio em Varginha. Um dia depois, renunciou ao cargo.


O prefeito de Varginha (MG), Antônio Silva (PTB), entregou uma carta de renúncia à Câmara dos Vereadores, na manhã desta segunda-feira, um dia após revogar um decreto que permitira  a reabertura de parte do comércio da cidade. As lojas estão fechadas desde o dia 21 março, como medida para combater a covid-19, doença causada pelo novo coronavírus . A renúncia foi confirmada pela assessoria de imprensa da prefeitura.

“Não sou Prefeito, apenas estou Prefeito, mas, nas atuais circunstâncias e por razões de foro íntimo, reconheço não ter condições de continuar administrando a Prefeitura. Relembrando as palavras do Apóstolo Paulo, posso afirmar que “combati o bom combate, terminei a carreira, guardei a fé”, e encerro a minha missão com a consciência do dever cumprido.

Antônio Silva estava de férias quando a crise do coronavírus começou, por isso a cidade vinha sendo governada pelo vice-prefeito Verdi Lúcio Melo. O prefeito voltou ao comando na semana passada, e uma de suas primeiras ações a de decretar a reabertura de parte do comércio da cidade, com restrições, depois de sofrer grande pressão de empresários.

Leia também: Após relaxar quarentena, governador do Ceará volta atrás e mantém isolamento

A medida, no entanto, foi questionada por órgãos como o Ministério Público , a Associação Médica, o Conselho Municipal de Saúde e a Superintendência Regional de Saúde . Depois das críticas, Silva optou por revogar o decreto, durante o último domingo (5).

Reeleito em 2016, Antônio Silva cumpria o quarto mandato como prefeito de Verginha. Ele também governou a cidade mineiro de 2012 a 2016 e de 1997 a 2000.

Leia a carta de renúncia:

Eu, abaixo-assinado, Antônio Silva, brasileiro, casado, advogado, residente e domiciliado nesta cidade, na Alameda dos Sabiás, nº 157, Jardim Cidade Nova, dirijo-me respeitosamente a V. Exa. para expor e comunicar o seguinte:

Você viu?

Durante mais de 15 anos tive a honra de estar à frente da Prefeitura desta cidade, como Prefeito, eleito por 4 mandatos.

Procurei, ao longo desse tempo, desempenhar minha função com honestidade, probidade e integral dedicação, no afã de corresponder às expectativas daqueles cidadãos que me confiaram o seu voto.

Não sou Prefeito, apenas estou Prefeito, mas, nas atuais circunstâncias e por razões de foro íntimo, reconheço não ter condições de continuar administrando a Prefeitura.

Relembrando as palavras do Apóstolo Paulo, posso afirmar que “combati o bom combate, terminei a carreira, guardei a fé”, e encerro a minha missão com a consciência do dever cumprido.

Assim sendo, num ato de livre manifestação de vontade e para que produza os seus jurídicos e legais efeitos, venho comunicar a V. Exa. minha decisão irrevogável e irretratável de RENUNCIAR, a partir desta data, ao cargo de Prefeito Municipal desta cidade de Varginha – Estado de Minas Gerais, para o qual fui eleito nas eleições do ano de 2016, para o quadriênio 2017/2020.

Na oportunidade, renovo a V. Exa. e a seus ilustres pares, meus protestos de elevada consideração e respeito.

Varginha (MG), 06 de abril de 2020

Antônio Silva

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários