Hospital de campanha do Pacaembu
Redes sociais / Reprodução
Hospital de campanha no Pacaembu terá 200 leitos para pacientes de baixa e média complexidade

O sistema municipal de saúde de São Paulo deve ficar lotado em duas por conta da crise do novo coronavírus (Sars-CoV-2). A previsão é da própria Prefeitura, que, para fazer o desafogamento, vai transferir os casos de baixa e média complexidade para os hospitais de campanha no Anhembi e no Pacaembu .

As unidades de saúde (UPA, UBS, AMAs e hospitais) que precisarem abrir leitos deverão fazer pedidos de transferência de seus pacientes à Central de Regulação de Ofertas e Serviços de Saúde (Cross).

Leia também: Funerárias são denunciadas por não seguir orientação da OMS no manejo de corpos

Essa central vai receber a solicitação e, junto com a Secretaria Municipal de Saúde, vai fazer a logística dos transporte dos pacientes a um dos hospitais de campanha da cidade, ou o do Anhembi ou do Pacaembu. Os pacientes serão transportados já com um leito definido para ficar, mesmo que seja caso suspeito.

A fase inicial de obras do Hospital Municipal de Campanha do Anhembi (HMCamp) será entregue na segunda (6) aos profissionais de saúde para esterilização e verificação da necessidade de mudanças. O primeiro paciente deve chegar na quinta (9).

    Veja Também

      Mostrar mais