Crianças receberão crédito para alimentação durante crise do novo coronavírus
Divulgação/Governo Federal
Crianças receberão crédito para alimentação durante crise do novo coronavírus

Crianças matriculadas nas escolas municipais de São Paulo e que vivem em situação de pobreza receberão um cartão-alimentação durante a situação de pandemia. Ao todo, 273 mil alunos cadastrados no Bolsa Família receberão o auxílio, além de outros 80 mil estudantes também atendem os critérios do programa.

Os valores a serem repassados aos estudantes variam: os que frequentam creches ou centros de educação integrada receberão R$ 101 mensais. Já para os matriculados na educação nas Escolas Municipais de Educação Infantil (EMEI), o valor é de R$ 63 por mês. Os matriculados nas Escolas Municipais de Ensino Fundamental receberão R$ 55 por mês. 

Leia mais: Com escassez de EPI's, produção de máscaras pelos presos de SP aumenta

“A gente sabe que grande parte dos nossos 950 mil alunos estão em situação de alta vulnerabilidade e são exatamente esses que foram elencados pela Secretaria Municipal de Educação para continuarem a receber alimentação, mesmo com as escolas fechadas. Sabemos que essas pessoas, muitas vezes, contam exclusivamente com a alimentação que é fornecida dentro das escolas”, disse o prefeito Bruno Covas, durante coletiva realizada no Palácio dos Bandeirantes.

Veja também: Governo vai capacitar profissionais da saúde para combate ao Covid-19

Além do cartão, as famílias receberão informações sobre nutrição e indicações sobre alimentos saudáveis, os que de em ser evitados (bolachas industrializadas, embutidos, entre outros) e os itens proibidos, como bebidas alcoólicas.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários