fake news coronavírus multa
Fernando Frazão/Agência Brasil
Brasil já tem mais de 1500 casos de coronavírus

O Conselho Regional de Medicina de  São Paulo (Cremesp) conseguiu liminar na Justiça contra uma pessoa acusada de charlatanismo por disseminar fake news sobre o coronavírus.

Leia também: Coronavírus no Brasil: acompanhe a situação no País em tempo real

A decisão da 22ª Vara Cível Federal de São Paulo determina que o autor apague todo o conteúdo falso sobre coronavírus que publicou em suas redes sociais, sob pena de multa .

O autor está entre 12 pessoas denunciadas pelo conselho de medicina de disseminar fake news sobre coronavírus . Entre essas, sete são médicas. Ele está entre os cinco que não são, por isso sua ação foi denunciada como charlatanismo. Um laboratório de manipulação também foi acusado de divulgar conteúdo falso.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários