Instituto Butantan pretende chegar a 2.000 testes diários em futuro próximo
Pedro Rafael Vilela/ Agência Brasil
Instituto Butantan pretende chegar a 2.000 testes diários em futuro próximo


O Governo de Sâo Paulo anunciou nesta sexta-feira (20), que o Instituto Butantan aumentará a realização de testes de coronavírus , chegando a até 1.000 exames por dia.

A mudança atende à recomendação da OMS (Organização Mundial da Saúde), que afirma a eficiência de realizar o teste no maior número possível de pessoas, para que as infectadas sejam isoladas o quanto antes, evitando a disseminação do vírus.

Veja também: Coronavírus: Universidade de Brasília faz parceria para fazer 700 testes por dia 

A tendência é que, em uma segunda fase de expansão, os exames cheguem a 2.000 por dia. Além do Butantan, o Instituto Adolfo Lutz, laboratório do Estado, também realiza os testes na capuital paulista.

A USP (Universidade de Sâo Paulo) disponibilizará 17 laboratórios, que serão adaptados para processar exames de coronavírus, principalmente em pacientes internados.

Leia mais: Inspirado na Itália, São Paulo terá atrações culturais em janelas e sacadas 

    Veja Também

      Mostrar mais