Prefeito de São Paulo se pronunciou sobre as chuvas em São Paulo
Roberto Casimiro/Fotoarena/Agência O Globo
Prefeito de São Paulo se pronunciou sobre as chuvas


O prefeito de São Paulo , Bruno Covas (PSDB), se pronunciou pela primeira vez nesta segunda-feira (10) sobre os estragos causados pelas chuvas na madrugada e manhã. Em entrevista ao SP1, da TV Globo, o tucano disse que os piscinões ajudaram a evitar menos caos, mas não foram suficientes para o nível de chuva que caiu. Ele ainda prometeu que a prefeitura vai trabalhar para auxiliar os afetados.

Leia também: Nível do rio Pinheiros, em São Paulo, é o maior dos últimos 15 anos

"Até agora foram computados pela Defesa Civil 30 desabamentos e 23 deslizamentos, sem nenhuma vítima fatal. Estamos encaminhando todas as pessoas para acolhimento", disse Bruno Covas .

De acordo com a Prefeitura de São Paulo , somente em três horas choveu mais da metade do previsto para todo o mês de fevereiro. O nível do rio Pinheiros é o maior dos últimos 15 anos. Os alagamentos geraram caos no transporte público e afetou escolas e UBSs.

Leia também: Joice culpa PT e PSDB por enchentes em São Paulo: "Bando de incompetentes"

Em três horas, choveu metade do esperado para todo o mês. 43 escolas municipais tiveram o atendimento prejudicado e 41 UBS não estão conseguindo atender a população por causa de ruas alagadas. As pessoas estão perdendo exames", confirmou o prefeito.

Veja imagens da chuva em São Paulo :


    Veja Também

      Mostrar mais