pessoa cortando energia
Redes sociais
Energia da casa foi cortada após falta de pagamento do mês de janeiro

Uma mulher de 92 anos que necessitava de equipamentos médicos para respirar morreu na cidade de Imperatriz , no interior do Maranhão, nesta terça-feira (4) após ter energia elétrica de casa cortada por falta de pagamento.

A denúncia da família da idosa , que não teve identidade revelada, foi feita por meio de um vídeo que viralizou nas redes sociais. Nas imagens, é possível ver um parente da idosa falando que pediu a um funcionário da companhia energética Equatorial Maranhão para não cortar a luz da casa.

Leia também: Sete pessoas são presas por furto de água e energia no Rio de Janeiro

“Estou com uma senhora de 92 anos, doente, chegamos do hospital nesse instante, um talão de energia, nós não devemos três, quatro, tem um talão do mês de janeiro e o senhor vai cortar a energia aqui”, afirma o homem, que mostra o acesso na mão da idosa.

A família informou que, sem a utilização do nebulizador recomendado pelos médicos, a mulher morreu no dia seguinte.

Após o anúncio da morte da idosa , a empresa de energia emitiu nota lamentando o ocorrido. Ela afirmou, porém, que "cabe esclarecer que até o momento não é possível atestar qualquer relação entre a suspensão do fornecimento e o fatídico acontecimento" e que o caso passará por "ampla e profunda" apuração interna.

    Veja Também

      Mostrar mais