pessoas com roupa preta escrito polícia federal
Agência Brasil
PF

A Polícia Federal cumpre 21 mandados de busca e apreensão no estado de São Paulo, em Santa Catarina, Goiás e Brasília na manhã desta terça-feira (4) na Operação Chorume, desdobramento da Operação Descarte, que investiga fraudes em serviços prestados por uma empresa à limpeza urbana da cidade de São Paulo.

Um escritório de advocacia em São Paulo, que supostamente emitia notas fiscais frias para justificar matéria-prima dada por "fornecedores fantasmas" ao Consórcio Soma, responsável por metade dos serviços de limpeza urbana na capital paulista, é um dos alvos da operação.

Leia também: PF e Receita deflagram operação contra esquema de sonegação fiscal

Além de investigar as notas frias e o fornecimento de dinheiro, a fase Chorume da operação busca confirmar tentativa de obstrução de fiscalizações feitas pela Receita Federal com tentativa de suborno de R$ 3 milhões.

Entre os crimes investigados estão lavagem de dinheiro, evasão de divisas, sonegação de tributos, violação de sigilo funcional, organização criminosa, embaraço à investigação de crime envolvendo organização criminosa.

    Veja Também

      Mostrar mais