Menino sorrindo arrow-options
Redes sociais / Reprodução
Arthur foi baleado na cabeça

O menino de 5 anos atingido na cabeça por uma bala perdida no Morro São João , no Engenho Novo , na noite de segunda-feira, melhorou seu quadro de saúde. De acordo com a Secretaria estadual de Saúde , Arthur Gonçalves Monteiro Esperança agora está estável. Ele, que está internado no Hospital Estadual Getúlio Vargas (HGV) , na Penha , deu entrada na unidade na manhã de terça com o quadro grave.

"Ele abriu os olhos e os médicos estão fazendo testes. Ele estava sendo sedado, mas não está mais. Então, a medida que o efeito do sedativo vai passando, ele reage melhor", o tio do pequeno Arthur, o refrigerista João Paulo Monteiro Esperança , 38, contou ao DIA . "A melhora dele está dando mais esperança para a gente, mas ainda estamos com medo".

Leia também: Mulher é presa com 3kg de cocaína ao tentar embarcar em aeroporto do Rio

Arthur foi baleado quando estava com o pai, o segurança Paulo Roberto Monteiro Esperança, 36, no campo de futebol da Igrejinha, na comunidade da Zona Norte do Rio. O pai aguardava para iniciar uma partida e estava brincando de bola com o filho.

Foi quando tiros foram disparados na região e Paulo Roberto se jogou no chão com Arthur, ficando por cima dele. O segurança colocou a mão esquerda para proteger a cabeça do menino, quando uma bala a atingiu, atravessando-a e indo parar na cabeça da criança.

Arthur foi levado para a UPA do Engenho de Dentro , chegou a ser transferido para o Hospital Municipal Salgado Filho , até que foi encaminhado ao Getúlio Vargas, após a família conseguir a remoção dele na Justiça.

Leia também: Economista atingido por bala perdida em Copacabana receberá alta

Ainda não há informações de onde partiu o tiro que atingiu pai e filho. A PM disse que no momento em que eles foram baleados, agentes da UPP Lins que estavam pela região foram atacados por criminosos. Eles reagiram e houve confronto. Só depois os policiais ficaram sabendo que houve vítimas de bala perdida no episódio.

O caso é investigado pela 25ª DP (Engenho Novo) . Procurada, a Polícia Civil se limitou a dizer que "diligências estão sendo realizadas para esclarecer o caso".

    Veja Também

      Mostrar mais