Chuvas fizeram moradores ficarem desabrigados
Elvira Nascimento / Photo Press / Agência O Globo
Chuvas fizeram moradores ficarem desabrigados

Subiu para 54 o número de mortes causadas pelas chuvas em Minas Gerais . Segundo a Defesa Civil, quase 47 mil pessoas estão desabrigadas e desalojadas no estado, 65 ficaram feridos. O Corpo de Bombeiros faz buscas para encontrar dois desaparecidos nas cidades de Conselheiro Lafaiete e Tabuleiro.

Leia também: Jovem morre afogada em cachoeira após tirar selfie com amiga

Um dos desaparecidos é uma mulher cuja identidade ainda não foi divulgada. Ela estava em um dos carros que caiu dentro de uma cratera aberta pela chuva na estrada que liga Tabuleiro e Coronel Pacheco, no sul mineiro. Segundo o Corpo de Bombeiros, a vítima foi levada pela correnteza. Um outro carro e um caminhão também caiu no buraco, de cerca de 15 metros.

Em Belo Horizonte , as fortes chuvas chegaram a destruir calçadas e ruas nesta madrugada. Moradores do bairro Buritis registraram a enxurrada em vídeos. A Avenida Prudente de Morais, na região Centro-sul de BH, e ruas do bairro Sion ficaram alagadas. No bairro Salgado Filho, a Avenida Tereza Cristina ficou submersa mais uma vez.

Parte da estrutura do teto do BH Shopping, no bairro Belvedere, desabou. Clientes e lojistas estavam no local quando o gesso do quarto piso começou a cair. Um vídeo mostra o momento do desabamento.

Leia também: Adolescente morre e outros quatro são internados após beberem "loló"

Você viu?

Em nota, o BHShopping informou que no momento do incidente nenhuma pessoa foi atingida. A área foi isolada para garantir a segurança de todos. Ainda de acordo com o comunicado, a equipe de manutenção estará atuando durante toda a madrugada para garantir o funcionamento normal do shopping nesta quarta-feira.

Ao todos, 101 municípios estão em situação de emergência em Minas Gerais. Três decretaram estado de calamidade pública.

Chuvas no Espírito Santo

Em Espirito Santo, o mau tempo, que já dura mais de uma semana, deixou nove mortos e 10 feridos. Uma pessoa ainda está desaparecida. Segundo a Defesa Civil, 11.535 pessoas estão desalojadas e 1.626 desabrigadas. O estado continua em alerta máximo.

Leia também: Passageiro "desaparece" em corrida e mensagem desesperada de motorista viraliza

De acordo com o órgão, o nível do Rio Doce subiu além da cota de inundação. Apesar da previsão ser de que a chuva perca força nesta quarta-feira, o tempo continua instável no estado.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários