IstoÉ

santos arrow-options
Reprodução/ Facebook
Polícias militares detiveram sete pessoas

Um arrastão na noite desta terça-feira (28), em Santos, terminou com sete pessoas presas e um policial ferido. O tumulto aconteceu durante a apresentação da banda de Carnaval “Carnatolê”. Moradores e comerciantes da região relataram uma série de assaltos e depredações. 

Nas redes sociais, moradores também relataram que houve confronto com a Polícia Militar. Durante a confusão, um policial militar sofreu ferimentos após ter sido atingido por uma garrafa.  Vídeos mostram o momento da correria, assista: 


De acordo com a Prefeitura de Santos , Guarda Civil Municipal (GCM) e a PM, em ação conjunta, conseguiram deter dois casais que participaram dos furtos, dois jovens que estão sendo investigados e um outro adolescente que estava com um celular furtado de uma das vítimas, que reconheceu e recuperou o aparelho, mas preferiu não registrar o boletim de ocorrência.

Leia também: Chuva chega a quase 1000 milímetros em Belo Horizonte e bate recorde de 110 anos

O presidente do Carnatol, Luiz Felipe Amaral, disse ao jornal A Tribuna que estava indignado com a situação e preocupado com a repercussão do caso. Segundo ele, não houve arrastão. O problema aconteceu com a chegada da PM para dispersar a multidão.

Em nota, a prefeitura de Santos informou que as secretarias envolvidas na organização do Carnabanda e a PM estão, em conjunto, avaliando o caso para tomar as providências necessárias a fim de coibir novas ações criminosas.



Nota da banda de carnaval: Na noite desta terça-feira (28), durante percurso da banda Carnatolê, ocorreu um tumulto após foliões perceberem que um grupo de indivíduos realizava diversos furtos de aparelhos celulares e outros pertences. Os policiais militares e os guardas municipais que faziam o acompanhamento do percurso da banda, na Rua Tolentino Filgueiras, no Gonzaga, agiram com rapidez para conter a ação dos marginais. Os bandidos usaram bombas para confrontar as forças de segurança, que solicitaram reforço e foram obrigadas a revidar com o uso de armas não letais. As câmeras de monitoramento da Prefeitura de Santos registraram a fuga de suspeitos que correram pela Av. Washington Luiz e ingressaram na Rua Azevedo Sodré em direção à Av. Ana Costa. A Guarda Civil Municipal (GCM) e a Polícia Militar (PM), em ação conjunta, conseguiram deter sete suspeitos: dois casais que participaram dos furtos, dois jovens que estão sendo investigados e um outro adolescente que estava com um celular furtado de uma das vítimas, que reconheceu e recuperou o aparelho, mas preferiu não registrar o boletim de ocorrência. Nenhum civil ficou ferido. Apenas um policial militar sofreu ferimentos após ter sido atingido por uma garrafa durante o tumulto. As secretarias envolvidas na organização do Carnabanda e a PM estão, em conjunto, avaliando o caso para tomar as providências necessárias a fim de coibir novas ações criminosas.


    Veja Também

      Mostrar mais