Carro foi esmagado por BRT no Rio de Janeiro.
Reprodução / O Globo
Carro foi esmagado por BRT no Rio de Janeiro.

Um carro de passeio foi comprimido por um ônibus do BRT após invadir a faixa exclusiva na altura da estação Ilha de Guaratiba, no sentido Barra da Tijuca, no início da manhã desta segunda-feira (13). De acordo com testemunhas, o coletivo arrastou o carro por aproximadamente 100 metros e conseguiu parar logo antes do túnel da Grota Funda. O motorista, não identificado, que estava preso nas ferragens , foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros em estado moderadamente grave e encaminhado para o hospital municipal Lourenço Jorge.

Leia mais: Mãe arremessa bebê dentro de quiosque para escapar de gás no Baile da Favorita

Segundo o Consórcio BRT, em 2019, foi registrada uma média de dez acidentes por mês causados por imprudência de motoristas de carros de passeio. Em dezembro, foram 12 ocorrências. O índice de acidentes por milhão de quilômetros rodados, projetado para três por mês, chegou a 6,25 em maio, quando 15 ônibus foram atingidos por veículos .

O consórcio ressalta que um veículo de BRT tem peso consideravelmente maior do que os ônibus convencionais e, por isso, precisa de mais tempo e espaço para realizar a frenagem total, o que torna a conversão proibida nas pistas exclusivas ainda mais perigosa.

Leia também: Polícia prendeu 28 pessoas durante abertura do Carnaval no Rio de Janeiro

O BRT lembra ainda que a circulação de qualquer outro veículo, que não os ônibus articulados, pelas pistas exclusivas, além de acarretar um risco enorme de acidentes graves, descaracteriza esse modal de alta capacidade, que conta com os corredores exclusivos para alcançar seu principal objetivo: o transporte rápido de passageiros. Nestas situações, os coletivos são obrigados a circular momentaneamente fora da pista exclusiva, o que acarreta a diminuição da velocidade e a dependência do fluxo do tráfego local.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários