Manifestação terminou com repressão da polícia
Twitter/@cmi_saopaulo
Manifestação terminou com repressão da polícia

Dois manifestantes foram detidos nesta quinta-feira (9) no segundo ato do Movimento Passe Livre (MPL) contra o aumento das tarifas de transporte em São Paulo e foram encaminhadas ao 2º DP. A polícia não informou o motivo das detenções. A concentração da manifestação começou no final da tarde na região da Praça da Sé , no centro da capital e os manifestantes caminharam até a estação República do metrô.

Já no final do protesto, por volta das 19h15, a polícia dispersou os manifestantes com tiros de balas de borracha e bombas de gás lacrimogêneo . Para evitar que os manifestantes entrassem na estação sem pagar a tarifa, as entradas estavem completamente bloqueadas pelos agentes.

Manifestantes foram detidos já no fim do protesto
Twitter/@cmi_saopaulo
Manifestantes foram detidos já no fim do protesto

Diante do bloqueio, os manifestantes então voltaram a ocupar a Avenida Ipiranga e o acesso à estação começou a ser liberado aos poucos para que as pessoas que aguardavam. A entrada das pessoas, no entanto, foi acompanhada de intensa vigilância policial.

Leia também: Conheça boas opções do transporte público de São Paulo ainda pouco usadas

Pouco antes das 20h, o movimento se aproximou da linha montada pela polícia, que reagiu empurrando as pessoas com os escudos. Objetos como pedras e paus foram lançados contra os agentes.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários