Tamanho do texto

Homem que não teve a identidade revelada foi detido pal Polícia Civil na madrugada desta quarta-feira; caso aconteceu no último domingo, na Mooca

morador de rua atacado arrow-options
Reprodução/Instagram Julio Lancellotti
Carlos foi atacado enquanto dormia na madrugada de sábado para domingo

A Polícia Civil de São Paulo prendeu, na madrugada desta quarta-feira (8), o homem responsável pela morte do morador de rua Carlos Roberto Vieira da Silva, 39 anos, no último domingo (5), no bairro da Mooca . O autor tinha contra ele um pedido de prisão temporária emitido nesta terça-feira (7). As informações são da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo.

O autor do ataque havia sido identificado ainda nesta terça . O caso aconteceu na rua Celso de Azevedo Marques, enquanto a vítima dormia. Carlos Roberto chegou a ser socorrido por pessoas que passavam pelo local e pelo Corpo de Bombeiros, que o levaram a um hospital da região, mas  sua morte foi confirmada na segunda-feira (6) pela Secretaria Municipal de Saúde.

De acordo com o delegado Helio Bressan, responsável pela 5ª Delegacia Seccional (Leste), o preso confessou o crime em depoimento e disse que cometeu após discutir com a vítima por causa de um valor em dinheiro. Essa versão ainda está sendo apurada pelas autoridades.

“O suspeito acabou confessando que praticou a ação e foi reconhecido por testemunhas. Ele e a vítima tiveram uma desavença por motivos que ainda estamos apurando”, afirmou em entrevista coletiva. Ele também elogiou o trabalho das investigações para deter o acusado. “Em três dias, a Polícia Civil investigou o caso e já prendeu o acusado de ser o autor do crime. Esse fato leva à conclusão de que a Polícia Judiciária de São Paulo e a Polícia Civil têm feito um trabalho orgulhoso [em prol da sociedade]”, completou.