Carlos foi atacado enquanto dormia na madrugada de sábado para domingo
Reprodução/Instagram Julio Lancellotti
Carlos foi atacado enquanto dormia na madrugada de sábado para domingo

Carlos Roberto Vieira da Silva, de 39 anos, morreu nesta segunda-feira (6) após ser incendiado na madrugada de sábado (4) para domingo (5). O  morador de rua dormia na região da Mooca, em São Paulo, quando foi atacado. Sua morte foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde à rádio CBN .

Leia também: Adolescente morre e outros quatro são internados após beberem "loló"

Nesta segunda foi divulgado um vídeo de câmera de segurança que retrata o exato momento do ataque. Nas imagens é possível ver que um homem vestido de preto faz uma fogueira ao lado de onde Carlos estava dormindo. Em seguida, ele joga o que parece ser combustível, provocando uma explosão, e foge do local. As imagens são fortes:

Ver essa foto no Instagram

Momento do ataque com fogo ao irmão de rua , na Mooca

Uma publicação compartilhada por Julio (@julio.lancellotti) em


Até a manhã deste segunda a Polícia Civil de São Paulo  investigava o caso como tentativa de homicídio . Um galão de combustível foi encontrado no local e encaminhado para a perícia. Uma das linhas de investigação segue a hipótese de que outro morador de rua tenha ateado fogo no homem. 

O homem foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros com queimaduras de segundo e terceiro graus , mas não resistiu aos ferimentos. Ele foi encaminhado ao hospital com ferimentos nas pernas, costas, tórax e rosto, e seu estado de saúde é grave. Autoridades afirmam que ele não soube informar a causa das queimaduras, pois estava dormindo quando o fogo começou.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários