churrasco
Reprodução / Pixabay
Um galão de álcool usado para acender a churrasqueira teria sido o motivo da explosão.

A confraternização de funcionários de uma fábrica de doces, na zona rural do município de Vargem Alta, no Espírito Santo, terminou com 10 pessoas feridas após a explosão de uma churrasqueira. Outras sete pessoas ficaram em estado grave no incidente que aconteceu na noite da última sexta-feira (20). 

Leia mais: Pai volta atrás e não permite aborto de filha grávida aos 10 anos, no Acre

Um galão de álcool foi usado para reacender a churrasqueira , causando a explosão. "Eles estavam fazendo churrasco de confraternização no último dia de trabalho na empresa e, aparentemente, a churrasqueira tinha apagado. Um amigo deles pegou um galão com álcool para reacender a churrasqueira. Ele não viu que tinha brasa, fogo. O fogo atingiu o galão de álcool e explodiu", disse Lilia Menassa, filha de uma das funcionárias, ao Uol. 

Segundo o dono da empresa , Jailton José Pessin, cerca de 20 funcionários participavam do evento. Ele contou ao Uol que estava dentro da fábrica quando um barulho de explosão aconteceu. "O rapaz que estava ajudando no churrasco usou um álcool que ele usa para esquentar o almoço dele na marmita. Foi tudo muito rápido, questão de segundos", contou. 

Leia também: Ideologia bolsonarista: entenda os pontos mais polêmicos defendidos pelo governo

O Corpo de Bombeiros do Espírito Santo não chegou a atender a ocorrência porque o dono da firma usou carros da empresa e ambulâncias da prefeitura para prestar socorro às vítimas. A opção foi o jeito mais rápido que o proprietário teve diante das circunstâncias, porque a unidade de bombeiros mais próxima fica a 30 quilômetros da empresa.

A secretária de saúde do município informou que dos 10 atingidos, seis permanecem internados no hospital Jayme Santos Neves, unidade especializada em queimaduras. 


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários