Tamanho do texto

Rogério Lins, prefeito de Osasco, recebeu ameaça de atentado falsa que também dizia que seria colocado explosivo em um shopping da Grande SP

Rogério Lins arrow-options
Reprodução
Rogério Lins e sua família foram ameaçados

O prefeito de Osasco , na Grande São Paulo, Rogério Lins (PDT) recebeu uma ameaça falsa de atentado nesta quarta-feira (18). Uma mensagem no Facebook afirmava que seria realizado um atentado contra o político e também a explosão de uma bomba em um shopping da cidade. 

Leia também: "O eleitor está cansado de ser enganado", diz Flávio Bolsonaro

Nenhuma bomba foi encontrada no local — a praça de alimentação do Shopping União de Osasco . Apesar do alarme falso, a polícia foi acionada e a segurança do estabelecimento, reforçada. "O shopping reforça que todas as suas instalações são vigiadas para garantir a total segurança dos frequentadores e funcionários", afirmou o estabelecimento em nota.

O dono da conta em que a mensagem foi postada foi encontrado e detido, mas ele nega ter realizado a postagem e diz que sua conta foi invadida. A polícia fez varredura em sua casa e também não encontrou nenhum explosivo.

Leia também: Homem é preso por estuprar idoso surdo, mudo e cego

Segundo o boletim de ocorrência, a mensagem da ameaça afirmava que "atentados contra a vida de terceiros, mais precisamente colocando bomba seria na Praça de Alimentação do Shopping União, bem como, contra a pessoa e familiares do atual prefeito desta cidade, o Sr. Rogério Lins ".