Tamanho do texto

Animal sofreu ataque com balas de chumbinho na cidade de São José do Rio Preto e foi levado ao veterinário, mas não resistiu aos ferimentos

Imagem de raio-x do gato mostrando as perfurações arrow-options
Reprodução/Facebook
Animal não resistiu aos ferimentos e morreu nesta sexta-feira (6)

Imagens de raio-x mostram que um gato morreu ao ser atingido por mais 100 tiros em São José do Rio Preto , no interior de São Paulo. As perfurações foram, em sua maioria, na região da cabeça e do tórax. O animal chegou a ser levado ao veterinário, mas acabou não resistindo aos ferimentos.

De acordo com Renata Marçolla, a veterinária que atendeu o gato, o bichinho foi levado até ela por uma pessoa que disse ter ouvido sons de tiro na madrugada de quinta-feira (5). Ele foi encontrado na rua coberto de sangue e o responsável pelos maus-tratos ainda não foi encontrada.

Raio-x da cabeça do gato arrow-options
Reprodução/Facebook
Suspeita era que o gato tivesse alguma fratura

Ao receber o animal na clínica, segundo o portal UOL , Renata contou que a suspeita é que ele havia sido agredido e o exame de raio-x foi feito para verificar se o animal tinha alguma fratura.

"Como ele estava muito ensanguentado, não tínhamos noção das perfurações de tiros. Quando vimos, ficamos chocados com a situação. Nunca tínhamos visto nada parecido. Uma crueldade tão grande, algo que não dá nem para imaginar", afirmou a veterinária.

Leia também: Imagens fortes mostram animais gritando de dor após testes em laboratório alemão

Indignada com a situação, Renata usou suas redes sociais para se manifestar. "Depois de alguns anos de formada a gente acha que já viu de tudo, mas quando a gente se depara com esse tipo de maldade choca demais! O animal está com vários fragmentos de projétil de arma de fogo (tiro)!", escreveu ela no Facebook. "Pra que fazer isso com um animal que não faz mal a ninguém?", questionou.