Em diferentes regiões do Brasil, neste domingo (17), manifestantes foram às ruas com intenção de pedir o impeachment de Gilmar Mendes, ministro do Supremo Tribunal Federal, e defender o presidente da república, Jair Bolsonaro. 

Leia também: “Posso ser suspeito de tudo, menos de petismo”, diz Gilmar Mendes

Manifestantes contra Gilmar Mendes e a favor de Bolsonaro em diversas regiões do País
reprodução / Twitter
Manifestantes contra Gilmar Mendes e a favor de Bolsonaro em diversas regiões do País

Segundo o site A Gazeta , no Rio de Janeiro, o ato começou pela manhã, em Copacabana, na Zona Sul. Com gritos de "Fora Gilmar Mendes ", os presentes prostestaram contra o STF e a favorde Bolsonaro

Leia também: Bolsonaristas desejam impeachment de Gilmar Mendes

Enquanto isso, em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, pesoas fizeram "adesivaço" de carros e "buzinaço" contra a decisão do STF que julgou inconstitucionais as prisões após condenação em segunda instância, até que se esgotem todos os recursos.

Já em Brasília, apoiadores do presidente se concentraram pela manhã próximo ao Palácio do Itamaraty. Segundo a Polícia Militar do DF, o público no local era pequeno. Uma nova convocação para a capital federal foi feita para as 16 horas, com um número maior de pessoas.

Em Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, a manifestação contra o ministro começou no final da manhã. Por outro lado, na capital, manifestantes estão concentrados desde as 15 horas na Avenida Paulista. 

Em Curitiba a manifestação acontece na Boca Maldita e também teve início às 15h00. No mesmo horário manifestantes se reuniram no Parcão, em Porto Alegre. Atos também foram registrados em cidades das regiões Norte e Nordeste.

Leia também: Gilmar Mendes dá voto contra prisão após segunda instância

Enquanto manifestantes preenchiam as ruas, a hashtag "Brasil Contra Gilmar Mendes " liderou rankings como Google Trends e Trending Topics do Twitter. Foram mais de 500 mil tuítes sobre o assunto.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários