Tamanho do texto

A mensagem foi endereçada ao então presidente da Vale, Fabio Schvartsman, ao diretor financeiro e a outros executivos de alto escalão

IstoÉ

Brumadinho arrow-options
Divulgação/Prefeitura de Brumadinho
Brumadinho

Uma reportagem do “The Wall Street Journal” revelou que um e-mail anônimo enviado a executivos da Vale do Rio Doce, duas semanas antes do desastre de Brumadinho, em janeiro, alertava a empresa de que as barragens estavam “no limite”.

Leia também: Secretário da Pesca diz que pescados do Nordeste 'não apresentam contaminação'

A mensagem com o assunto “A Verdade” foi endereçada ao então presidente da mineradora, Fabio Schvartsman, ao diretor financeiro e a outros executivos de alto escalão. A empresa reconheceu a existência do e-mail, mas disse que não continha detalhes técnicos e que não se referia especificamente à barragem de Brumadinho .

Segundo o jornal, a preocupação de Schvartsman foi descobrir quem enviou a mensagem, o que diz muito sobre o que é importante para a Vale. O desastre resultou na morte de 270 pessoas — o mais mortal em 50 anos.