Tamanho do texto

Preso em flagrante, homem disse que foi orientado por uma pessoa a levar a mala com as notas até Salvador, onde receberia cerca de R$ 1 mil pela viagem

Euros arrow-options
Divulgação/PF
Segundo a PF, esta é a maior apreensão de euros já realizada no Aeroporto de Guararapes

No último final de semana, a Polícia Federal (PF) prendeu em flagrante, Aeroporto Internacional dos Guararapes/Gilberto Freyre, em Pernambuco, um homem de 41 anos que carregava uma mala com cerca de 400 mil euros. Segundo a corporação, a apreensão representa um novo recorde, sendo a maior já realizada no local.

Leia também: Eduardo Bolsonaro diz que "história vai se repetir" se Brasil fizer como o Chile

A prisão aconteceu durante fiscalização de rotina da PF , destinada a reprimir o tráfico internacional e doméstico de entorpecentes. Os agentes, que separavam algumas bagagens para que fossem submetidas ao aparelho de raios x, perceberam a existência de uma mala de um voo procedente de Belém/PA com diversos materiais suspeitos, que estavam escondidos em meio a sapatos e roupas.

Após ser identificado como proprietário, o passageiro demonstrou bastante nervosismo quando foi indagado sobre o que estava carregando. Sem obter resposta, os policiais resolveram abrir a mala e encontraram cerca de € 400 mil em notas de € 50, € 100, € 200 e € 500, totalizando R$ 1,76 milhão.

Em depoimento, o suspeito revelou que é taxista e foi abordado ainda em Belém (PA), sua cidade natal, por uma pessoa para realizar o transporte da mala até o Aeroporto de Salvador . Pelo serviço, disse que receberia R$ 1 mil, mas não deu maiores detalhes sobre o 'contato'.

Leia também: Repressão a protestos no Chile já deixou mais de 20 mortos e 9 mil presos

Ele foi preso e conduzido à Superintendência da PF no Cais do Apolo, onde foi autuado por ocultação de valores e pode pegar penas que variam de três a 10 anos de reclusão. Já os agentes seguirão investigado para identificar os reais proprietários do dinheiro, sua origem e destino.

* Com informações da Comunicação Social da Polícia Federal em Pernambuco