Menina
Divulgação
Letícia de Paula desapareceu na tarde desta quinta-feira em Cabo Frio, no Rio de Janeiro

Uma menina de 13 anos desapareceu na tarde desta quinta-feira (24), em Tamoios, segundo distrito de Cabo Frio, na Região dos Lagos. Letícia de Paula tem síndrome alcoólica fetal, a mais grave que pode acometer uma criança cuja mãe consumiu álcool durante a gestação.

Leia também: Medo da reforma? Previdência privada cresceu mais de 20% em agosto

O transtorno afeta a formação cerebral e a proliferação dos neurônios e pode atrasar o crescimento. Seu pai, Alexandre Martins, acredita que a menina fugiu de casa após receber uma bronca pelo desempenho escolar.

"Estou na rua nesse momento procurando por ela. Chamamos o conselheiro tutelar, que é uma pessoa que a gente conhece, acionamos a Guarda Municipal, o Departamento de Polícia Ostensiva (DPO) e vários amigos, e estamos rodando tudo que é rua daqui. A Letícia também tem DI (deficiência intelectual), então hoje ela não foi bem na escola, eu chamei a atenção dela e acho que, por esse motivo, ela simplesmente abriu o portão e foi embora", explicou.

Imagens da câmera de segurança da casa da família mostram que a adolescente vestia uma camiseta cinza e um short estampado quando saiu de casa. Segundo Alexandre, mesmo sob supervisão de outra pessoa, a filha teria aproveitado sua ausência para fugir.

"No momento em que eu dei uma saída de casa, ela abriu o portão e saiu. Simplesmente foi isso que aconteceu. Agora estou aqui rodando tudo que é canto procurando por ela. O que puder ajudar eu aceito. Eu só quero achar minha filha", disse, sem conter as lágrimas.

Leia também: "Ainda estou pensando meu voto", diz Toffoli sobre prisão em segunda instância

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários