Tamanho do texto

No interior de São Paulo, um homem que está sem emprego há dois anos, passou a utilizar fantasia do personagem para sustentar suas despesas

Homem de Ferro Jundiaí arrow-options
Anthony Zago/Arquivo pessoal
Anthony Zago anima crianças com sua fantasia de Homem de Ferro.

Em uma avenida de Jundiaí, no interior de São Paulo , Anthony Zago, de 30 anos, começou a se fantasiar com a armadura do super-herói 'Homem de Ferro ' . Ele está desempregado há dois anos e essa foi a forma que encontrou para sustentar suas despesas.

Leia também: 'Coringa' acusa seguranças de tortura e espancamento em evento de game

Todo dia ele acorda cedo e pega um ônibus em Cabreúva, cidade onde mora a cerca de 30km de Jundiaí, até o local onde passa o dia inteiro em pé, sustentando a fantasia de Homem de Ferro que pesa 27 quilos.

Quando o sinal fecha, ele caminha entre os carros à procura de alguns trocados e de animar os motoristas. Também conversa e tira fotos com pedestres que passam pela região.

A contribuição monetária é voluntária. Por trás da armadura de Homem de Ferro, o desempregado não cobra pelas fotos, mas agradece quando pessoas o ajudam. Além dele se sustentar com o valor arrecadado, também está guardando dinheiro para se casar.

Leia também: Funcionários quebraram pilastras de prédio antes de desabamento, veja vídeo

A armadura do personagem dos quadrinhos e que ganhou gama nas telas dos cinemas nos últimos anos foi idealizada quando ainda estava no emprego anterior. Ela foi feita sob medida com silicone, fibra de vidro e cola sintética. Levaram quatro meses para que ela ficasse pronta e custou mais de R$6.000.

Ele utilizava a fantasia para realizar bicos em festas de crianças. Foi assim que surgiu a ideia de começar a trabalhar como Homem de Ferro pelas ruas quando ficou sem emprego formal.

É um trabalho árduo, principalmente porque, em 2012, Zago sofreu um acidente em que foi necessário colocar pinos e placa na perna e em um dos pés. Além disso e da fantasia que pesa quase 30 quilos, também precisa lidar com a exposição ao clima.

Leia também: Racismo: passageira de app diz que motorista tem ‘corzinha complicada’; assista

Apesar disso, o Homem de Ferro se diverte durante sua jornada e está esperançoso em conseguir um trabalho formal em breve.