Tamanho do texto

O acidente ocorreu no Lago Paranoá, em Brasília (DF), no último dia 28. A jovem de 15 anos ficou mais de 10 dias internadas até falecer nesta terça (8)

EUA embaixada bandeira arrow-options
Pixabay/JoeSchmoYaKnow
"Profundamente triste com o falecimento", afirma a embaixada dos EUA.

A filha de um diplomata estadunidense morreu nesta terça (8), após ter passado mais de 10 dias internada em um hospital de Brasília . A jovem, que tinha apenas 15 anos, havia sofrido um acidente no Lago Paranoá , no último dia 28.

Leia também: Vale pede prisão de professor que protestou contra crime de Mariana em 2015

A jovem passeava pelo lago em um brinquedo aquático conhecido como " banana boat ", quando foi derrubada por uma onda e acabou batendo a cabeça em uma lancha que dirigia pelo local.

Em nota, a embaixada estadunidense informou que está acompanhando um inquérito aberto pelas autoridades brasileiras para investigar o ocorrido.

Também afirmaram que estão "profundamente triste com o falecimento de um dos membros da comunidade da Embaixada dos Estados Unidos da América em um hospital em Brasília ”.