Jair Bolsonaro
Reprodução/Instagram
Lutador postou foto ao lado de Jair Bolsonaro nas redes sociais

O professor de artes marciais Josinaldo Lucas Freitas, conhecido como Djaca, foi um dos alvos de uma operação nesta quinta-feira (3), acusado de ter jogado no mar as armas utilizadas no assassinato da vereadora Marielle Franco e Anderson Gomes. Em suas redes sociais, o lutador já posou em  fotos ao lado de Jair Bolsonaro e de um de seus filhos, Carlos. 

A Polícia Civil e o Ministério Público do Rio cumpriram, nesta manhã, quatro mandados de prisão contra alvos ligados ao sargento reformado da PM Ronnie Lessa, que é apontado como assassino de Marielle . Um dos alvos da operação "Submersus" é a própria mulher de Lessa, Elaine, e o irmão dela, Bruno Figueiredo, Djaca, e José Márcio Mantovano, o Márcio Gordo.

As fotos foram obtidas pela revista Veja em julho e divulgadas nesta quinta. Na época, questionado sobre quando e onde as imagens foram tiradas, Djaca preferiu não se pronunciar. De acordo com a investigação, no entanto, não há uma eventual ligação entre ele e o presidente. 

Leia também: PM que participou de reconstituição é suspeito de ter dado tiro que matou Ágatha

Em outra publicação, o lutador aparece ao lado do vereador Carlos Bolsonaro. Além disso, Djaca publicou uma foto ao lado do vereador Marcello Siciliano, que também é investigado no caso Marielle. 

Carlos Bolsonaro
Reprodução
Carlos Bolsonaro e Djaca

Não é a primeira vez que Bolsonaro aparece ao lado de investigados no caso. Em março, uma foto do presidente ao lado de Élcio Vieira de Queiroz viralizou nas redes sociais. “Eu tenho fotos com milhares de policiais, do Brasil todo”, declarou na época.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários