Montagem com duas fotos, uma do jovem sorrindo e outra dele deitado com aparelhos
Família Passebon / Reprodução
Roger Passebon estava comemorando aniversário de 22 anos quando sofreu ataque homofóbico

Um jovem de 22 anos está internado em estado grave após ser espancado por seis pessoas na saída de uma boate na cidade de São Bernardo do Campo. A suspeita é de que Roger Passebon, que estava comemorando aniversário, tenha sido vítima de homofobia .

Segundo a polícia , ele estava dançando com um grupo de amigos dentro do Fantastic Lounge Club quando um grupo de pessoas desconhecidas começou a provocá-lo. Após uma discussão, os rapazes que o provocaram foram expulsos da festa.

Quando saíram do local, porém, os amigos do rapaz e ele foram abordados pelos jovens que tinham sido expulsos. Roger foi o único que não conseguiu fugir, caiu no chão e sofreu repetidas pancadas e chutes, principalmente na área da cabeça.

Leia também: "Sobrevivi", diz jovem gay espancado e estuprado após Parada Gay em Goiás

Uma viatura policial que passava pelo local conseguiu socorrer o jovem e encaminhá-lo ao hospital. "Hoje ele luta para viver... está em coma devido a muitas pancadas na cabeça, teve de ser operado por conta de um traumatismo", afirmou a tia do jovem, Sheila Brito, em publicação nas redes sociais.

Amigos que estavam com ele garantiram que as provocações começaram porque o jovem é homossexual . Em nota, a boate na qual Roger estava comemorando aniversário afirmou que não pactua "com pessoas homofóbicas, preconceituosas e que praticam qualquer tipo de violência" e garantiu que está prestando apoio à família do rapaz agredido.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários