Tamanho do texto

Fogo em Alter do Chão, um dos principais polos turísticos do estado, acontece desde sábado; ajuda federal deve começar a chegar nesta segunda

Bombeiros combatendo incêndio no Pará arrow-options
Corpo de Bombeiros Militar do Pará
Há 100 bombeiros atuando no combate ao incêndio no Pará

Um incêndio de grandes proporções atingiu a região oeste do Pará neste final de semana. Com o tempo seco e o vento, o fogo se alastra com facilidade e um dos três focos ainda não foi controlado. O governo do estado pediu ajuda federal para combater as chamas.

Leia também: Após incêndio e mortes, hospital do Rio ainda tem 77 pacientes internados

Segundo a Agência Pará , o fogo começou no sábado (14) em uma região de mata conhecida como Capadócia, entre Alter do Chão e Ponta de Pedras. No domingo (15), as chamas haviam sido controladas, mas um novo foco de incêndio foi identificado.

O governador Helder Barbalho (MDB) informou em seu perfil no Twitter que pediu ao general do Exército Paulo Sérgio solicitando o envio de um avião pipa. Ele também disse que conversou sobre as queimadas com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, que afirmou que acionaria o ministério da Defesa. 

O apoio do governo federal foi solicitado por meio da operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), que atua no combate às queimadas na região amazônica.

Leia também: Sem freio, caminhão bate em poste, pega fogo e destrói veículos e casa; assista

Ainda segundo o governador, um avião do Exército levará na tarde desta segunda-feira (16) 40 bombeiros para reforçar o efetivo na região. Atualmente, 100 profissionais estão atuando no combate ao incêndio no Pará. Na manhã desta segunda, um drone sobrevoou a região para ajudar os bombeiros a identificar os locais afetados.